Simplifique sua gestão orçamentária

Simplifique sua gestão orçamentária
Publicado em 13/07/2021 - Atualizado em 13/07/2021 | Gestão

Ter uma boa gestão orçamentária é fundamental para que uma empresa consiga alcançar seus objetivos e continue crescendo de forma sustentável. No entanto, para que os recursos financeiros sejam alocados de forma estratégica e eficiente, o orçamento precisa estar adequado de acordo com o que é mais importante para o negócio. Afinal, um bom planejamento orçamentário pode evitar problemas de liquidez e perda de lucratividade. 

Assim, para prever as receitas e despesas de um determinado período de forma eficiente, é essencial que algumas informações sejam consideradas, como:

  • A quantidade de recursos a serem alocados;
  • Onde eles serão aplicados;
  • Quando deverão estar disponíveis.

Portanto, apesar de não ser uma tarefa simples, levantar essas informações é essencial para conduzir o trabalho dos gestores e equipes. Como resultado, o planejamento estará melhor direcionado para que as estratégias sigam as metas estabelecidas de maneira mais assertiva. A seguir, conheça as principais etapas deste processo e veja como é possível simplificá-lo para ampliar os resultados da sua empresa.

 

Etapas da gestão orçamentária

1. Estabeleça metas

O ponto de partida para o planejamento é definir quais metas devem ser priorizadas. Se a sua empresa está buscando investir no lançamento de um novo produto nos próximos 6 meses, por exemplo, um dos objetivos pode ser a adesão por um público específico. 

Portanto, com a clareza do que se busca, os gestores podem direcionar suas equipes para as estratégias que contribuem com o alcance da meta. Dessa forma, os esforços dos colaboradores estarão em torno do que é prioridade para a empresa.

Leia este artigo e confira como é possível descomplicar este processo.

 

2. Defina os indicadores de desempenho

Uma vez definidas as metas, chega o momento de definir quais indicadores de desempenho são os mais importantes para fazer seu acompanhamento. No varejo, por exemplo, os principais são o total de faturamento por loja, índice de satisfação dos clientes, PMPF e Turnover. Clique aqui para mais detalhes. Já em outros segmentos, dados econômicos, financeiros, logísticos, RH e clientes estão entre os principais indicadores para ficar de olho. 

Mas atenção: defina apenas KPIs que são essenciais para acompanhar o planejamento orçamentário. Isso porque definir muitos indicadores pode confundir os gestores durante a análise e não responder ao que realmente importa para o sucesso da gestão orçamentária. 

 

3. Projete o orçamento

Depois de definir quais são os objetivos e como avaliá-los, é hora de estabelecer qual será o investimento em cada uma das etapas do planejamento. No entanto, não basta ter os dados corretos. É preciso analisar as possibilidades a curto, médio e longo prazo. 

Em um lançamento de um novo produto, por exemplo, é necessário definir quanto será investido em campanhas de divulgação, operações logísticas e outras questões que envolvem o processo. Então, com a aplicação do recurso feita de forma direcionada, é possível avaliar a expectativa versus realidade do planejamento para possibilitar a distribuição do investimento de acordo com a melhor estratégia para o momento. 

Neste sentido, o acompanhamento é indispensável para validar e, em alguns casos, repensar a estratégia adotada, o que nos leva ao tópico a seguir.

 

4. Acompanhe os resultados

Para saber se a estratégia adotada está sendo eficiente, além de criar indicadores e direcionar recursos, é fundamental monitorar os resultados. Afinal, a ausência desse acompanhamento pode gerar prejuízos e levar a empresa para um caminho complicado. 

Lembra que já mencionamos os indicadores de desempenho em outro tópico? Pois eles caminham lado a lado desta etapa para verificar o sucesso (ou não) do que foi proposto e se há a necessidade de revisões orçamentárias para que as metas sejam alcançadas. 

 

Por que automatizar a gestão orçamentária?

À primeira vista, realizar a gestão orçamentária realmente pode parecer complexo. Pois, se feito de forma equivocada, desperdiça todo o tempo e esforços investidos por gestores e equipes em uma estratégia defasada. Da mesma forma, elaborar um planejamento orçamentário por si só possui diversas etapas que tornam a atividade morosa e delicada. 

Entretanto, hoje existem ferramentas como softwares de gestão orçamentária que descomplicam este processo e tornam as rotinas administrativas mais ágeis. Com isso, o que poderia levar horas para ser realizado é simplificado com informações centralizadas em um único sistema que colabora com uma melhor visualização e clareza dos dados. Como resultado, as tomadas de decisões se tornam mais seguras, pois se baseiam em dados contundentes que auxiliam na projeção de cenários e criação de mapas estratégicos.

Saiba o que deve ser considerado ao escolher a ferramenta ideal para seu negócio no artigo O que avaliar na busca por um software de gestão orçamentária? e otimize o trabalho dos gestores de sua empresa.

Leia Também

Como elaborar metas e otimizar a produção na indústria

21/06/2021

Como elaborar metas e otimizar a produção na indústria

Para uma indústria crescer de forma sustentável é importante que seu planejamento projete as metas de forma bastante realista. E isso pode ser um desafio, especialmente para setores de manufatura, já que sua escala de fabricação é ampla, assim como os gastos para a execução de suas atividades. [Leia mais]

O que considerar ao planejar o crescimento da empresa com investimentos?

15/06/2021

O que considerar ao planejar o crescimento da empresa com investimentos?

Sem um planejamento efetivo, seus investimentos podem ser menos rentáveis e mais arriscados. O ideal é que as empresas invistam de forma planejada, para não onerar o caixa do negócio. [Leia mais]

Gestão orçamentária por projetos: como detalhar informações de forma eficiente

01/06/2021

Gestão orçamentária por projetos: como detalhar informações de forma eficiente

Na elaboração do planejamento orçamentário é comum utilizar centros de custo e unidades de negócio para visualizar para onde os recursos serão destinados. Porém, as possibilidades não se limitam apenas a esses modelos, principalmente quando um projeto específico necessita de detalhamento complexo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.