Controladoria e finanças: Planejamento econômico de alta performance

Controladoria e finanças: Planejamento econômico de alta performance
Publicado em 18/04/2017 - Atualizado em 13/05/2021 | Gestão

Estamos vivendo tempos difíceis. Recentemente, foi divulgada a lista de inquéritos autorizados pelo ministro Eduardo Fachin com 108 suspeitos, a famosa “lista de Janot”, entre eles ministros, governadores, senadores e deputados, por praticar corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, fraude, entre outros.

A investigação faz parte da operação Lava Jato e foi aberta com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht, assim como no depoimento de Marcelo Odebrecht, presidente da empresa, que é a maior construtora do Brasil.

Diante de tantos nomes citados e tantas articulações políticas envolvidas, dependendo do desfecho da investigação, o cenário político-econômico brasileiro pode mudar. Afinal, há envolvidos do atual governo, do anterior e também de possíveis candidatos ao próximo mandato.

Além disso, tais escândalos afetam acordos internacionais, fazendo com que moedas estrangeiras sofram oscilações que impactam na importação e exportação de produtos. O índice de desemprego no Brasil já atinge números alarmantes e ainda há a iminência da proposta da reforma da previdência, que influenciará na economia do país.

 

Como sua empresa pode se precaver?

As empresas que prezam por um bom controle financeiro, realizando uma gestão inteligente de despesas a fim de um budget ajustado às necessidades reais de unidade e centros de custos, não podem esperar explodir a bomba, para tomar alguma providência.

É necessário se antecipar aos acontecimentos, realizando um planejamento orçamentário que se molde a tais mudanças previstas. Para desenvolver uma projeção financeira eficiente, que auxilie em um planejamento econômico assertivo, profissionais de controladoria e finanças utilizam diversos recursos que garantem um processo orçamentário mais rápido, eficaz e seguro.

Entre eles, podemos citar a projeção de cenários, para auxiliar na visualização de novas estratégias; o planejamento de RH; projeção de vendas, entre outros. Além disso, é importante realizar análise de performance do planejado x realizado, forecast, criar modelos de despesas e receitas e em alguns casos, realizar a gestão matricial de despesas.

Também é interessante e desenvolver mapas estratégicos que possibilitem a ampla visualização de objetivos e metas, alinhados a indicadores de desempenho e planos de ação. É necessário planejar o orçamento empresarial com muito critério e também, acompanhar a sua evolução para mensurar se não haverá desvios no que foi decidido a princípio. 

 

Otimize a gestão orçamentária

Hoje em dia, não é mais necessário perder meses desenvolvendo o planejamento financeiro da empresa por meio de planilhas e outros sistemas de apoio. Muitas instituições estão utilizando software de gestão orçamentária para otimizar o processo e ainda tornar a gestão empresarial mais ajustado e assertivo.

Em tal ferramenta, é possível projetar acréscimos e ajustes financeiros que estão previstos para o período, como aumento na inflação, reajustes tarifários, dissídio coletivo, entre outros. Além disso, realiza todos os recursos citados acima e ainda gera relatórios de fácil visualização e possui dashboard com ampla variedade de gráficos.

Assim, é possível ter uma consolidação de resultados muito mais rápida e um planejamento orçamentário eficiente, que atenda às necessidades da sua empresa. Você pode se surpreender com os benefícios de tal tecnologia. 

Leia Também

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

26/10/2021

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

O planejamento orçamentário é determinante para o futuro das empresas que, com a chegada do fim do ano, utilizam esse período para organizar os próximos passos. [Leia mais]

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

05/10/2021

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

Todas as empresas de capital aberto devem apresentar relatórios gerenciais em períodos trimestral e anual. Essa exigência torna os resultados mais transparentes e acessíveis, além de prevenir ações fraudulentas na bolsa. [Leia mais]

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

14/09/2021

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

As métricas ESG consideram outras iniciativas, além das tradicionais, como parâmetro de gestão de empresas. É o caso de políticas para cargos com remuneração condizente, ética e transparência na gestão orçamentária, além de questões ambientais - como emissão de gases poluentes e gestão de resíduos, por exemplo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.