Projeção de vendas: 4 dicas para otimizar o seu planejamento estratégico

Projeção de vendas: 4 dicas para otimizar o seu planejamento estratégico
Publicado em 19/07/2016 - Atualizado em 16/10/2020 | Estratégia

A “menina dos olhos” de qualquer empresa são as vendas. São elas as responsáveis por grande parte da receita da instituição e, portanto, costumam ser o foco dos gestores nos esforços em ter uma lucratividade maior.

No entanto, não adianta somente estabelecer metas sem analisar criteriosamente a performance do setor, senão o planejamento orçamentário pode ficar defasado. Um recurso muito utilizado por profissionais de gestão e controladoria é a projeção de vendas, para ter mais assertividade na hora de realizar o planejamento financeiro da instituição, com base no histórico de dados do ano anterior.

Confira agora 4 dicas indispensáveis para otimizar o planejamento estratégico da sua empresa:

 

Indicadores de desempenho

Para realizar a projeção de vendas de uma maneira objetiva, primeiramente é necessário definir os indicadores de desempenho. Tais indicadores servirão de parâmetros para que os gestores possam analisar se as vendas estão gerando os resultados esperados.

É complicado ter noção real dos resultados se são muitos fatores e dados a serem analisados. Portanto, é indispensável estabelecer os indicadores que vão demonstrar claramente o desempenho do setor, como por exemplo: Qual o produto mais vendido, qual unidade mais rentável, qual o vendedor que mais se destaca, entre outros.

O mais importante é não se perder ao estabelecer os indicadores de desempenho. Não se pode ter uma infinidade deles, nem também ter tão poucos que não possam evidenciar a evolução do setor. É preciso ser criterioso na escolha dos mesmos. 

 

Análise de performance

A análise de performance é um recurso imprescindível para o planejamento estratégico da empresa. É por meio dela, que o gestor vai poder identificar os fatores cruciais que serão fundamentais para a projeção de vendas. Além disso, é possível acompanhar o planejado X realizado, assim como a projeção de volumes e custos, que também é de suma importância para a gestão empresarial.

O responsável por gerenciar as vendas de uma empresa precisa estar atento a detalhes que podem passar despercebidos e com isso, comprometer o orçamento. Identificar qual linha de produto deve ser inclusa e qual deve ser abolida, quais unidades precisam de algum investimento, se a empresa irá abrir novas lojas ou fechar alguns pontos de venda que não estão com o rendimento esperado, são exemplos de fatores que devem ser estudados no planejamento de investimento. 

 

Planos de ação

Determinar os planos de ação é importante para auxiliar a empresa a atingir os objetivos estratégicos de vendas, assim como de outros fatores que precisam ser trabalhados para estarem de acordo com a expectativa da diretoria. Assim, é possível acompanhar o processo desde do princípio até sua evolução total, atribuindo funções a cada profissional responsável pelas etapas do plano de ação, podendo analisar mais precisamente o andamento da estratégia adotada.

Com isso, é possível reverter algum índice, aumentar a produção, alavancar a venda de algum produto e outros. Existem ferramentas que possibilitam desenvolver os planos de ação e seu monitoramento, concentrando tudo em um só lugar.

 

Aplicativo de gestão orçamentária

Muitas empresas estão recorrendo a softwares de gestão orçamentária, não só para realizar a projeção de vendas, mas também para fazer a projeção orçamentária. Por meio de tais aplicativos, é possível realizar análise de DRE, projeção de cenários, forecast e todos os recursos citados nesse artigo.

Além disso, é possível realizar o planejamento de RH, projeção de fluxo de caixa e até mesmo, auxiliar na prática da governança corporativa e do orçamento colaborativo. São funcionalidades importantes para uma gestão orçamentária eficiente, proporcionando um maior controle financeiro.

Há aplicativos de gestão financeira com armazenamento na nuvem, que possibilitam mais mobilidade ao gestor, que não precisa mais ficar preso ao escritório para acessar os seus dados. Se o custo de aquisição de tal ferramenta é o que assusta, não se preocupe. Há modelos como o Plano, que funcionam como SAAS, isto é, como um serviço de assinatura mensal.

Vale a pena pesquisar mais sobre o assunto e escolher o aplicativo que melhor atenda às necessidades da sua empresa.

Leia Também

Como o planejamento estratégico ajudou o Olist a expandir seus negócios em 2020

27/10/2020

Como o planejamento estratégico ajudou o Olist a expandir seus negócios em 2020

Crises, incertezas, flutuações na economia e até mudanças repentinas. Os altos e baixos fazem parte do ciclo de vida na gestão de empresas duradouras. E, se por um lado vemos algumas sucumbirem à pressão e às situações adversas, de outro vemos empresas que não apenas resistem às crises, mas se reestruturam e crescem diante delas. [Leia mais]

Planejamento Orçamentário: Como decidir qual despesa cortar?

09/04/2020

Planejamento Orçamentário: Como decidir qual despesa cortar?

Existem momentos que o cenário econômico nos obriga a tomar algumas medidas para proteger o caixa da empresa. Estamos vendo essa situação atualmente: as organizações estão olhando com muita atenção para suas despesas a fim de entender o que realmente é necessário para o funcionamento da operação empresarial, e o que, pelo menos provisoriamente, pode ser pausado. [Leia mais]

Planejamento estratégico: sua importância e como se preparar para 2020

18/12/2019

Planejamento estratégico: sua importância e como se preparar para 2020

O planejamento estratégico, que muitas vezes passa a imagem de algo extremamente complicado e cansativo, é, na verdade, um diagnóstico que apresenta grande ajuda quando se trata do dia a dia corporativo em sua empresa. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.