Home / Fluxo de caixa / Fluxo de caixa: o que é e qual sua função na empresa
Fluxo de caixa

Fluxo de caixa: o que é e qual sua função na empresa

Há algumas maneiras de acompanhar o desenvolvimento de um negócio, entre elas está o fluxo de caixa. Ao considerar as entradas e saídas de recursos, é um registro importante para avaliar se é possível cobrir as despesas para execução das atividades. Em geral, organizações lidam com grandes volumes de operações financeiras. Processos como pagamentos, vendas, […]

Publicado em 28 jun 2022
Link copiado para a área de transferência
fluxo de caixa tesouraria

Há algumas maneiras de acompanhar o desenvolvimento de um negócio, entre elas está o fluxo de caixa. Ao considerar as entradas e saídas de recursos, é um registro importante para avaliar se é possível cobrir as despesas para execução das atividades.

Em geral, organizações lidam com grandes volumes de operações financeiras. Processos como pagamentos, vendas, recebimentos e outras movimentações passam pelo fluxo de caixa e refletem na gestão de tesouraria.

Mas afinal, o que é fluxo de caixa de tesouraria e como sua gestão impacta nos resultados do negócio? Acompanhe no conteúdo a seguir.

 

O que é fluxo de caixa?

O pilar de crescimento de qualquer negócio é uma gestão financeira eficiente, e tudo começa pelo fluxo de caixa. Para manter um desenvolvimento sustentável – e saudável -, ter controle das finanças é essencial.

O fluxo nada mais é que o movimento de entrada e saída de recursos do caixa da empresa, ou seja: o quanto você recebe e o quanto você gasta. Neste sentido, o fluxo é essencial para compreender quanto deve-se ter em caixa para realizar pagamentos e também para prever ações que reflitam em mais ou menos gastos.

O fluxo de caixa é como uma ferramenta de controle, fundamental para os gestores que desejam garantir o sucesso do negócio. Sem o recurso, que traz um acompanhamento financeiro importante para toda gestão, é como não ter a menor ideia de onde você está e para onde vai. Assim, todo planejamento passa a ser questionável.

 

Qual é a sua função?

O fluxo de caixa serve para acompanhar as movimentações financeiras e apoiar a tomada de decisão da gestão, a partir de informações atuais e relevantes. Somente com o recurso é possível avaliar se é possível – ou não – continuar com as atividades de uma empresa.

Apesar de ser projetado pela Controladoria, indicando o saldo esperado ao fim do mês, o fluxo de caixa é operado pela Tesouraria, responsável pela gestão diárias das movimentações financeiras.

Por isso, para que a análise seja assertiva e contribua com mais previsibilidade e organização do financeiro da organização, todo fluxo deve conter:

  • Contas a receber: pagamentos de clientes a serem recebidos, ou seja, a receita da empresa;
  • Contas a pagar: pagamentos para fornecedores e outras contas obrigatórias, ou seja, as despesas do negócio;
  • Lucros: a diferença entre o que foi vendido (receita) e o que foi gasto (despesa);
  • Vendas: todas as vendas realizadas em determinados períodos.

 

Como a gestão de tesouraria pode ser beneficiada com a tecnologia?

O fluxo de caixa contém bastante informação, todos os dados são de importância indiscutível para o controle e rotina financeiros do negócio. Dito isso, o setor de tesouraria tende a despender tempo demais com planilhas, conferências e comparativos. Seja porque, eventualmente, recebe documentos preenchidos por gestores ou ainda porque tem como função inserir e acompanhar valores em planilhas eletrônicas – por exemplo.

Não há dúvidas de que as análises são complexas e mais, são essenciais para que a tesouraria siga suas atividades de forma correta. Neste sentido, a automação de processos chega como uma aliada para o dia a dia do fluxo de caixa.

Oferecendo agilidade e segurança, a ideia é que, a partir da tecnologia alinhada com a demanda do seu negócio, organize-se esses dados, automatize-se as ações corriqueiras ao setor de tesouraria, para que assim as consultas e acompanhamentos de resultados financeiros sejam mais claros e rápidos. Isso porque a automação chega para absorver o que for possível ser desempenhado e programado por um software ou máquina.

Assim, além de facilitar a gestão de tesouraria com análises mais rápidas dos resultados, contribui com a produtividade e planejamento da organização – visto que gestores estarão atualizados e informados. Assim, é possível apoiar de maneira mais estratégica as decisões a serem tomadas.

________________________________________

Ainda no tema de automação, indicamos a leitura do artigo “Automação da gestão orçamentária: confira 4 benefícios”.

Fluxo de caixa
logotipo AllStrategy
Escrito por Equipe AllStrategy

Leia também

Junte-se a mais de 2.000 empresas que já transformaram sua gestão orçamentária

A AllStrategy possui a melhor metodologia para o planejamento orçamentário e estratégico aplicada em um software intuitivo e completo.

Utilizamos cookies do navegador para analisar e personalizar nossos conteúdos durante a sua navegação. Ao navegar pelo site, você autoriza a AllStrategy a coletar tais informações. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.
Ícone Whatsapp