Controle financeiro empresarial: Seja assertivo em meio à crise

Controle financeiro empresarial: Seja assertivo em meio à crise
Publicado em 16/05/2017 - Atualizado em 13/05/2021 | Gestão

Sim, o Brasil está uma bagunça. Essa é sensação que todos temos ao pensar na atual situação político-econômica do país. Escândalos, delações, prisões, estados declarando falência, taxa de desemprego aumentando, empresas quebrando... enfim, o cenário é desanimador.

No entanto, não podemos nos desesperar. Em períodos conturbados como esse que estamos enfrentando, é necessário mais critério na hora de gerir as finanças, ter um bom planejamento estratégico e utilizar os melhores recursos para ser mais assertivo na gestão empresarial.

O maior desejo de profissionais de controladoria é ter as finanças sob controle, para que a empresa possa prosperar, gerando uma boa receita e lucratividade. Porém, uma torneira aberta em uma pia sem ralo tampado, nunca encherá.

Isso quer dizer que não adianta ter uma boa receita se há despesas desnecessárias que comprometem o fluxo de caixa da companhia. 

 

Planejamento orçamentário é a saída

A solução está no planejamento. Pode parecer simples e até mesmo clichê, mas planejar ainda é o melhor caminho para um melhor controle financeiro empresarial. Não é somente planejar o quanto se quer ganhar, assim como metas e objetivos, mas projetar todas as despesas e prever cenários otimistas e pessimistas, a fim de preparar a empresa assertivamente.

Para isso, é preciso realizar a análise de DRE, para avaliar as despesas de forma criteriosa e projetar receitas e custos para o período. É importante realizar o planejamento de RH, vendas e investimentos, para projetar todos os custos e despesas relacionadas a tais centros de custos, isto é, encargos relacionados a folha de pagamento, metas de vendas, compra de bens e etc.

Para auxiliar nessa tarefa, é possível criar modelos de receitas e despesas, realizar projeção de cenários, realizar gestão matricial de despesas e uma infinidade de recursos para assegurar um gerenciamento financeiro mais otimizado. Determinar indicadores de desempenho e realizar planos de ação também auxiliam os gestores a ter controle dos objetivos do planejamento estratégico

 

Escolha a melhor ferramenta

É claro que realizar o planejamento orçamentário de uma empresa, ainda mais dependendo do tamanho da mesma, é algo demorado e um tanto quanto maçante de se fazer. Há projeções financeiras que levam meses para ficarem prontas, envolvendo diversos profissionais durante todo esse tempo.

No entanto, não precisa ser assim. Atualmente, muitas empresas estão utilizando software de gestão orçamentária para realizar o planejamento financeiro de forma muito mais rápida, segura e eficiente. Além de realizar todos os recursos citados acima, tal ferramenta realiza análise de performance do planejado x realizado, forecast e uma série de outras funcionalidades, não só para projetar, mas também acompanhar o orçamento.

A fim de proporcionar mais mobilidade para o gestor, há modelos com armazenamento na nuvem e com funcionamento como SAAS, garantindo um melhor custo-benefício para empresas dos mais diversos segmentos. Assim, é possível ter melhor controle financeiro empresarial e uma gestão inteligente de despesas. 

Leia Também

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

05/10/2021

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

Todas as empresas de capital aberto devem apresentar relatórios gerenciais em períodos trimestral e anual. Essa exigência torna os resultados mais transparentes e acessíveis, além de prevenir ações fraudulentas na bolsa. [Leia mais]

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

14/09/2021

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

As métricas ESG consideram outras iniciativas, além das tradicionais, como parâmetro de gestão de empresas. É o caso de políticas para cargos com remuneração condizente, ética e transparência na gestão orçamentária, além de questões ambientais - como emissão de gases poluentes e gestão de resíduos, por exemplo. [Leia mais]

4 dicas para CFOs apoiarem a retomada do crescimento da empresa

03/08/2021

4 dicas para CFOs apoiarem a retomada do crescimento da empresa

O momento pós-pandêmico exige muito dos profissionais da área financeira, principalmente dos CFOs, que tiveram suas habilidades exigidas ao máximo durante este período de incertezas. Em contrapartida, sua atuação foi e continua sendo muito importante para a retomada do crescimento das organizações. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.