Planejado X Realizado: Mais controle no orçamento empresarial

Planejado X Realizado: Mais controle no orçamento empresarial
Publicado em 16/03/2017 - Atualizado em 18/03/2021 | Planejamento Orçamentário

Vamos iniciar esse artigo com uma pergunta simples: Como você mensura os resultados da sua empresa? Será que as ferramentas que você e os demais gestores utilizam são eficazes?

O primeiro passo para um orçamento empresarial assertivo é planejar. Realizar a projeção orçamentária é fundamental para um melhor controle de budget e ter uma gestão inteligente de despesas. Por meio da base histórica ou OBZ, é importante ser criterioso na análise de DRE, para poder desenvolver um planejamento financeiro eficiente.

Para isso, é necessário projetar, não só vendas, mas a folha de pagamento, os investimentos que serão realizados e também, projetar cenários para avaliar as estratégias que a empresa deseja traçar. É importante estar atento a todos os detalhes para que o planejamento orçamentário seja o mais assertivo possível.

No entanto, não adianta planejar com tanto esmero e não acompanhar depois. Além disso, muita energia é despendida em analisar os dados por meio de ferramentas obsoletas que tornam o processo orçamentário maçante e demorado. 

 

Planejado X Realizado

Com o orçamento fechado, está na hora de executar o planejamento econômico da empresa. O acompanhamento do planejado x realizado é imprescindível para o controle financeiro efetivo. Para tal, alguns recursos são utilizados para otimizar a análise de performance e tornar o processo mais assertivo.

Realizar o forecast periodicamente, auxilia a manter o budget ajustado ao que foi definido no planejamento. Algumas empresas realizam o rolling forecast, ajustando o orçamento mensalmente e projetando-o para o ano seguinte.

É importante determinar os indicadores de desempenho, para mensurar os resultados de forma mais eficiente. Além disso, criar planos de ação auxilia os gestores a atingir os objetivos propostos.

 

Saia da caixinha

Estamos em pleno século XXI e é preciso evoluir junto com a tecnologia. Atualmente, há ferramentas que possibilitam uma gestão financeira muito mais eficiente, poupando tempo e recursos às empresas. Ao invés de desenvolver o planejamento orçamentário por meio de planilhas e utilizando outros sistemas de apoio para mensurar o planejado x realizado, muitas instituições estão utilizando software de gestão orçamentária.

Tal ferramenta reúne diversas funcionalidades, executando todos os recursos citados nesse artigo e mais uma série de outros, com mais segurança, agilidade e eficiência. Os relatórios são completos e de fácil visualização e o software conta com dashboard com atualizações em tempo real.

Há modelos que possuem armazenamento na nuvem, proporcionando mais mobilidade ao gestor. A consolidação de resultados é extremamente rápida, levando poucos segundos. Desta forma, a tomada de decisão é mais assertiva e o processo mais otimizado.

Leia Também

Gestão 5.0: a nova realidade das empresas

10/05/2022

Gestão 5.0: a nova realidade das empresas

A gestão 5.0 surge para acompanhar os avanços tecnológicos já implementados pela Indústria 4.0 e as demandas da sociedade em estar mais conectada. [Leia mais]

O que é DFC e por que aderir na gestão da sua empresa

26/04/2022

O que é DFC e por que aderir na gestão da sua empresa

O DFC é um relatório é responsável por apontar a aplicação dos recursos financeiros da organização e outros dados importantes. [Leia mais]

ESG na visão do cliente

18/04/2022

ESG na visão do cliente

Além da qualidade e preço, atualmente o consumidor busca por empresas que atendam não somente suas demandas diretas, mas também suas expectativas perante questões que se relacionam a outros aspectos - o ESG é um exemplo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.