Fluxo de caixa projetado: O que é e quais são os benefícios

Fluxo de caixa projetado: O que é e quais são os benefícios
Publicado em 06/06/2017 - Atualizado em 30/03/2021 | Gestão

Você já conseguiu criar uma planilha e projetar os custos e despesas do seu dia a dia em um ano inteiro? É uma tarefa complicada, não é mesmo? Os custos fixos são mais fáceis, já que seguem uma mesma base e é possível realizar uma estimativa. Os custos variáveis, no entanto, são mais difíceis de projetar.

Normalmente, calculamos em uma planilha nossos gastos mensais e vamos acompanhando, para um melhor controle financeiro. É uma forma simples para visualizar custos e despesas e verificar se o dinheiro está sendo utilizado de uma maneira assertiva.

No caso de empresas, a questão é mais delicada. Os profissionais de controladoria e gestão precisam de recursos eficientes para o controle do orçamento empresarial, a fim de um melhor gerenciamento financeiro.

Para uma gestão inteligente de despesas e para manter o budget ajustado às necessidades da companhia, muitos gestores utilizam o fluxo de caixa projetado. 

 

Fluxo de caixa projetado

Se uma empresa analisar custos e despesas apenas por uma visão mensal, pode acarretar um controle financeiro falho. Afinal de contas, uma companhia precisa estar preparada para fatores que podem impactar no fluxo de caixa da mesma ao longo do ano.

Para um planejamento orçamentário assertivo, é necessário realizar a projeção de fluxo de caixa a fim de sinalizar todas as despesas ao longo do ano e preparar a empresa para o período. O fluxo de caixa projetado possibilita o planejamento de folha de pagamento, vendas, investimentos, além de permitir a criação de modelos de despesas e receitas, para que nenhum custo sobrecarregue o caixa da companhia de forma inesperada.

Os benefícios dessa prática são inúmeros: com uma análise de DRE criteriosa, é possível verificar a presença de despesas desnecessárias e planejar o orçamento empresarial a partir de uma base zero ou por base histórica.

Desta forma, o fluxo de caixa pode ser projetado para o período, evitando surpresas desagradáveis. É possível, inclusive, realizar projeção de cenários, para testar possíveis estratégias e prevenir-se para novas realidades.

A partir daí, o gestor poderá realizar a análise de performance do planejamento financeiro, realizando ajustes por meio de forecast e monitorar se tudo está caminhando conforme o previsto inicialmente. Assim, a tomada de decisão fica mais assertiva e o controle financeiro mais eficiente. 

 

Simplifique o processo orçamentário

O fluxo de caixa projetado não é uma tarefa simples. O planejamento orçamentário pode levar meses para ficar pronto e mobiliza boa parte da equipe para tal. No entanto, não precisa ser um processo maçante, nem demasiadamente demorado.

Muitas empresas estão utilizando software de gestão orçamentária, a fim de proporcionar mais eficiência, agilidade e transparência às finanças da companhia. A ferramenta possibilita realizar os recursos citados nesse artigo com muito mais segurança, visto que o administrador que determina os usuários que terão acesso ao sistema, assim como os horários, dispositivos e módulos permitidos.

Além disso, há modelos que possuem armazenamento na nuvem e funcionam como SAAS, proporcionando mobilidade ao gestor. Há softwares que possuem mais de 1.000 funcionalidades especialmente desenvolvidas para a área de controladoria, possibilitando uma gestão orçamentária mais eficiente e segura à empresas dos mais diversos segmentos. 

Leia Também

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

26/10/2021

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

O planejamento orçamentário é determinante para o futuro das empresas que, com a chegada do fim do ano, utilizam esse período para organizar os próximos passos. [Leia mais]

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

05/10/2021

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

Todas as empresas de capital aberto devem apresentar relatórios gerenciais em períodos trimestral e anual. Essa exigência torna os resultados mais transparentes e acessíveis, além de prevenir ações fraudulentas na bolsa. [Leia mais]

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

14/09/2021

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

As métricas ESG consideram outras iniciativas, além das tradicionais, como parâmetro de gestão de empresas. É o caso de políticas para cargos com remuneração condizente, ética e transparência na gestão orçamentária, além de questões ambientais - como emissão de gases poluentes e gestão de resíduos, por exemplo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.