Controladoria, Gestão Empresarial

WACC: o que é, para que serve e como calcular?

A Taxa de Desconto é um elemento importante nas análises de retorno. O WACC (Weighted Average Capital Cost, em português custo médio ponderado de capital), é um cálculo que indica os custos de capital de uma empresa, possibilitando uma projeção que relaciona os investimentos realizados e o lucro obtido pelo negócio.

O indicador de retorno, como é definido, aponta se o investimento é atrativo, dá uma perspectiva sobre o lucro obtido e entrega informações úteis sobre se é seguro aplicar seu capital em determinado negócio.

Do lado da empresa, o WACC ajuda na tomada de decisões orçamentárias e no planejamento financeiro. No entanto, ele não trabalha sozinho para a empresa, pois trata-se de um instrumento de análise que oferece informações que precisam ser interpretadas.

Isso porque como o capital das empresas possui fontes diferentes, sejam elas internas ou externas, o WACC também é uma maneira de alinhar os números e reunir informações pertinentes para construir cenários diferentes.

Para saber como calcular e interpretar o cálculo, continue a leitura deste artigo para aprender a calcular e interpretar o cálculo!

Índice – Neste artigo, você encontrará:

  1. Como calcular e interpretar o WACC?
  2. Diferença entre WACC e CAPM?
  3. Acompanhe seus dados de forma descomplicada!

Como calcular e interpretar o WACC?

Para descobrir o custo do capital e a taxa de desconto na análise de retorno, é realizado o cálculo de WACC. Ele é útil para quando a empresa opta por algum investimento, mas isso demandará capital via fontes internas ou externas, saber o retorno desse investimento levando em conta o capital e as dívidas existentes. 

Portanto, o WACC, que representa a taxa mínima de retorno de investimento, reúne os capitais interno e externo para tecer sua estimativa. A seguir, você confere a estrutura da equação:

WACC = E/E+D * Re + D/D+E 8 * Rd * (1-t)

Portanto, os componentes da equação significam:

  • E: Valor de mercado do capital próprio da empresa;
  • D: Valor de mercado do capital em dívida da empresa;
  • Re: Custo de capital próprio;
  • Rd: Custo de capital alheio;
  • T: Taxa de imposto da empresa.

Feito o cálculo, está na hora de interpretar o resultado da equação! Digamos que o WACC da empresa analisada é de 25% e dê retorno de 30%. Dessa forma, o retorno seria de 5% para cada real investido.

Leia também: CPV e CMV: o que são e como calcular?

Qual a diferença entre WACC e CAPM?

Se o WACC é o indicador que analisa o retorno dos investimentos, para que serve a sigla CAPM? O Capital Asset Pricing Model (ou Modelo de Precificação de Ativos Financeiros, em português), é um indicador que determina se a balança de um investimento está em perfeito equilíbrio quanto aos riscos e rentabilidade.

Por isso, o CAPM é comumente utilizado para calcular o custo de capital próprio. Como dissemos acima, ele aponta a taxa de retorno que foi exigida pelo investidor, e quando um investimento apresenta riscos, ele pode atribuir uma outra precificação para esses casos.

Portanto, a ideia é que o investidor veja como poderá ser recompensado por investir com um risco maior, afinal, não compensa assumir riscos se não for para ganhar mais.

Acompanhe seus dados de forma descomplicada!

O grau de dificuldade do cálculo WACC, assim como outros elementos dentro do setor financeiro, depende de outros fatores, como ter os dados da empresa e do cenário externo. Atualmente, em muitas empresas, tais processos são automatizados, visando melhorar a qualidade do fluxo de informações.

Por isso, o auxílio da tecnologia é uma aliada importante, seja via sistemas ou softwares que planejam, acompanham e levantam dados com precisão e dentro de uma janela de tempo extremamente veloz.

O AllStrategy Plano é o software de planejamento orçamentário e estratégico mais completo do mercado! Ele fornece dados atualizados em tempo real e seguros, otimizando processos e importantes para embasar a tomada de decisões.

Para saber como a AllStrategy pode ajudar seu negócio, clique aqui!

GOSTOU? COMPARTILHE ESTE ARTIGO!
Tags: controladoria, Plano