Blog, Controladoria

OPEX: saiba o que é, como calcular e interpretar

Originária da língua inglesa, Opex abrevia e une as palavras operational expenditure que, no português, significa despesas operacionais.

Basicamente, o termo refere-se aos gastos e investimentos operacionais, além das despesas cotidianas, como as tributárias, manutenção ou aquisição de equipamentos, serviços terceirizados, entre outras.

Continue a leitura do artigo para compreender a função como calcular o Opex e a importância de contemplá-lo no planejamento orçamentário.

Índice – Neste artigo, você verá:

  1. Para que serve o OPEX?
  2. Qual a diferença entre OPEX e CAPEX?
  3. Como calcular e interpretar?
  4. OPEX no planejamento orçamentário

Para que serve o OPEX?

O Opex é um recurso que pode beneficiar a empresa e fazê-la economizar seu capital. Isso acontece pelo fato de as despesas operacionais realizarem a dedutibilidade tributária do gasto.

Imagine que sua empresa precisa comprar um maquinário que custará R$ 100 mil, porém, consultando o mercado, a opção de alugar se torna mais barata e ainda conta com suporte para manutenção. Além de custar menos, o valor do maquinário pode entrar como uma despesa, tornando-se dedutível do total de impostos pagos.

A depreciação dos equipamentos ou serviços utilizados no Opex também atrai interesse. No decorrer do tempo, é normal que ocorra a depreciação daquilo que uma empresa adquiriu, trazendo novos gastos com reposição ou manutenção. Esse não é o caso do Opex, afinal, é possível renovar os equipamentos ou serviços finalizados com o fim do contrato.

Seguindo o exemplo acima, a empresa não teria custos de manutenção, de reposição e, ao final do contrato estipulado, ainda poderia buscar opções mais vantajosas no mercado. Em outras palavras, o Opex pode trazer grande economia de capital para o seu negócio.

No entanto, o Opex opera com contratos extensos, de longo prazo, demandando uma apuração e análise minuciosa durante a fase de planejamento da empresa para evitar dores de cabeça no futuro.

Qual a diferença entre CAPEX e OPEX?

O Capex também é uma sigla pertencente ao universo financeiro. Ela vem do inglês capital expenditure e é traduzida como despesas de capital no português e se refere aos investimentos ou gastos voltados aos bens de capital. Ou seja, o dinheiro destinado para a aquisição ou expansão daqueles bens que aumentam o porte da empresa e expandem sua geração de lucro.

Em relação aos investimentos de uma empresa, o capex é usado na aquisição ou melhoria dos chamados ativos mobilizados, os bens tangíveis de uma companhia, essenciais para que ela desempenhe seus serviços e produza seus produtos.

Aqui, os bens adquiridos possuem uma vida útil maior que o tempo de investimento ou compra, ao contrário do que ocorre no Opex.

Portanto, os ativos imobilizados são aqueles que aumentam e solidificam o patrimônio de um negócio e demonstram o quanto ele realmente vale.

Leia também: WACC: o que é, para que serve e como calcular?

Como calcular e interpretar?

O Opex não é difícil de ser encontrado. Afinal, ele pode ser extraído do balanço patrimonial da empresa, ou seja, utilizando as informações analisadas para a elaboração do DFC (Demonstrativo de Fluxo de Caixa) e DRE (Demonstração do Resultado do Exercício).

Para obter o resultado, basta calcular a somatória das despesas operacionais presentes ao longo de um período. Geralmente, nesse caso, são utilizados os últimos 12 meses.

Agora, um exemplo prático para compreender melhor:

Imagine que uma empresa tem o orçamento de despesas de R$ 200 mil. No entanto, o pagamento será de R$ 100 mil — seguindo o determinado pelo fluxo de caixa. A diferença restante é de R$ 100 mil. Assim, o valor dessa diferença será listado como contas a pagar no balanço patrimonial.

Para analisar o Opex, é preciso compará-lo com a receita da empresa. Deste modo, é possível conseguir as informações necessárias sobre a produtividade e assertividade operacional e quais são os lucros gerados por ela.

Caso a porcentagem do Opex esteja muito alta para a receita, torna-se aconselhável fazer uma revisão das despesas operacionais, realizando cortes e tornando-as mais enxutas.

OPEX no planejamento orçamentário

O Opex lida diretamente com o capital empresarial e está interligado, em parte, à manutenção da saúde financeira de um negócio. Analisar o Opex regularmente é uma forma de ter acesso às flutuações das despesas de uma empresa, identificando aumentos e quedas das despesas, o que certamente ajuda na projeção do planejamento orçamentário e financeiro.

Outro benefício do Opex é dar acesso aos dados que serão utilizados em outras etapas importantes do planejamento orçamentário, como fluxo de caixa, balanço patrimonial, orçamento de pessoal e DRE.

O AllStrategy Plano, software de planejamento orçamentário e estratégico mais completo e intuitivo do mercado, auxilia na análise e cálculos do Opex. Para saber como as soluções da AllStrategy podem descomplicar e otimizar a rotina financeira de sua empresa, clique aqui!

GOSTOU? COMPARTILHE ESTE ARTIGO!
Tags: controladoria, OPEX
2023 AllStrategy. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fresh Lab - Inteligência em Marketing Digital