Forecast e revisões: vantagens para a gestão orçamentária

O final do primeiro trimestre do ano tem bastante importância para a gestão orçamentária em muitas empresas. É neste período que a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é analisada a fim de avaliar os dados obtidos até o mês de março, com o intuito de estudá-los e, caso haja necessidade, propor uma revisão orçamentária.

Assim, esses negócios consideram essa uma fase decisiva, pois permite que a gestão faça os devidos ajustes no orçamento a tempo do próximo trimestre. A partir do forecast, a organização consegue identificar padrões e fazer estimativas para os meses seguintes.

Neste artigo, apresentamos as vantagens de utilizar o forecast na gestão orçamentária; assim como essa metodologia auxilia nas revisões, proporcionando mais segurança na tomada de decisão.

 

Ajustes na rota com a revisão orçamentária

O ritmo do mundo corporativo exige que as estratégias sejam assertivas, para garantir que oportunidades de negócios não sejam perdidas ou, ainda, mal aproveitadas. A partir disso, a velocidade com que as decisões são tomadas podem ser determinantes entre o sucesso e o fracasso de uma estratégia.

A análise do forecast é essencial para orientar as atividades futuras da empresa, bem como proporcionar mais previsibilidade no planejamento orçamentário. Neste sentido, a projeção de cenários é uma ótima ferramenta para aprimorar o processo e preparar a gestão para eventuais mudanças.

Projetar possibilidades faz com que a gestão esteja organizada para diferentes cenários. Afinal, há questões/situações que não podem ser previstas, mas se combinadas à análise de forecast, é possível diminuir os impactos negativos nos resultados da organização e adaptar o planejamento rapidamente com a revisão orçamentária.

 

Diferencial para a gestão orçamentária

Não é novidade que empresas que possuem um acompanhamento minucioso do seu orçamento se diferenciam em situações de crise. Afinal, com um olhar dedicado ao planejamento, é possível ajustar a rota com mais eficiência em casos de necessidade.

Neste sentido, o forecast e a revisão orçamentária são aliados significativos para a gestão, uma vez que suas compreensões proporcionam mais segurança para os gestores em tomar decisões estratégicas, com base em padrões e estimativas que direcionam as melhores escolhas para a empresa a médio e longo prazo.

Sua principal vantagem para o planejamento orçamentário reflete, principalmente, nos resultados financeiros da organização. Com mais clareza do que está sendo desempenhado e as tendências futuras, a gestão orçamentária consegue acompanhar sua performance e, ainda, a necessidade de ajustar suas rotas.

A partir da projeção de cenários no processo, a avaliação se torna ainda mais rica, pois auxilia a gestão a preparar-se para um aumento ou diminuição de despesas, levando em conta contextos que podem não ter sido previstos na análise do forecast. A combinação dos métodos também proporciona uma visão mais clara dos resultados da empresa.

Assim, com mais agilidade para ajustar as estratégias definidas até então, os gestores possuem mais confiança para assumir definições. Com base em dados históricos, fazem uma revisão orçamentária mais eficiente para a execução do orçamento, garantindo a saúde financeira do negócio diante das mudanças do mercado.

 

GOSTOU? COMPARTILHE ESTE ARTIGO!
Tags:
2023 AllStrategy. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fresh Lab - Inteligência em Marketing Digital