Gestão Financeira: Saia da caixinha e tenha mobilidade

Gestão Financeira: Saia da caixinha e tenha mobilidade
Publicado em 14/07/2016 - Atualizado em 24/09/2021 | Gestão

Vamos combinar, o processo orçamentário é maçante. Os profissionais de gestão e controladoria têm uma grande responsabilidade nas mãos para desenvolver o planejamento orçamentário da empresa de uma maneira minuciosa, já que é isso que vai garantir a saúde financeira da instituição.

Normalmente, o gestor faz a análise de DRE e utiliza o histórico para fazer a projeção orçamentária, gerando uma série de planilhas que são distribuídas para a equipe responsável, para posteriormente acompanhar a performance por meio de relatórios e gráficos.

Então, além de gastar muito tempo analisando tantas planilhas e gerar tais relatórios, é preciso contar com uma boa dose de sorte para que não ocorra nenhuma falha de preenchimento, erros nas fórmulas e perdas de dados. No entanto, você já se perguntou se ainda precisa ser assim? 

 

Saia da caixinha, já

Em um mercado cada vez mais competitivo, não dá mais para ficar preso a antigos processos, obsoletos, na sua maioria. É preciso ter gestão do tempo e otimizar ao máximo os processos internos da empresa para poder estar à frente da concorrência.

Imagina chegar atrasado em uma reunião porque os relatórios ainda não estão completos ou porque era necessário atualizar as planilhas antes de apresentar os números para algum cliente ou até mesmo para a diretoria. É uma situação comum e que muitas vezes pode comprometer uma negociação ou a análise real dos resultados da empresa.

Se é complicado para o gestor de uma instituição, imagina para o profissional que está à frente de um conglomerado. Realizar a consolidação das demonstrações contábeis por meio de planilhas é muito trabalhoso. Portanto, é necessário manter a cabeça aberta para as inovações tecnológicas que possam otimizar a gestão orçamentária na sua empresa. Até mesmo para realizar a governança corporativa na instituição a fim de garantir mais transparência no planejamento financeiro, ou o orçamento colaborativo, é interessante recorrer a ferramentas que possibilitem a implementação de tais práticas mais assertivamente e que proporcionem mais segurança aos gestores. 

 

Aplicativo de gestão orçamentária

A fim de simplificar o processo, muitas empresas estão recorrendo à utilização de softwares de gestão orçamentária. Tais aplicativos possuem muitas funcionalidades importantes como análise de performance dos indicadores de desempenho, desenvolvimento e acompanhamento de planos de ação, possibilidade de realizar projeção de fluxo de caixa e projeção de cenário.

Além disso, há opções com armazenamento na nuvem, que possibilitam que o gestor acompanhe o planejado X realizado de qualquer lugar com acesso à internet, sem precisar ficar refém do escritório. Não é só mobilidade que a empresa contratante usufrui ao usar o aplicativo de gestão orçamentária, mas a praticidade de concentrar tudo em uma só ferramenta, assim como segurança no gerenciamento das informações.

É possível realizar projeção por histórico, forecast ou então fazer o orçamento base zero, se for mais vantajoso para empresa. Os relatórios são de fácil visualização, há possibilidade de realizar auditoria de valores, inserir comentários e justificativas nas células numéricas e ainda possui um dashboard com vários modelos de gráficos atualizados em tempo real.

Há excelentes opções no mercado, como o Plano, que além de possuir todos os recursos citados acima, não necessita da compra de licença, já que ele funciona como SAAS (Software as a Service). Isto é: O contratante tem um custo inicial da implantação e utiliza o aplicativo como um serviço, sem precisar comprar o programa. Além disso, a implantação é muito mais rápida, o que é um diferencial perante os outros modelos do mesmo segmento.

Então, saia da caixinha e reinvente o processo orçamentário da sua empresa. Pesquise pelos aplicativos que atendam às necessidades da sua instituição e escolha aquele que tenha o melhor custo-benefício. 

 

Leia Também

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

26/10/2021

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

O planejamento orçamentário é determinante para o futuro das empresas que, com a chegada do fim do ano, utilizam esse período para organizar os próximos passos. [Leia mais]

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

05/10/2021

A importância dos relatórios gerenciais para empresas de capital aberto

Todas as empresas de capital aberto devem apresentar relatórios gerenciais em períodos trimestral e anual. Essa exigência torna os resultados mais transparentes e acessíveis, além de prevenir ações fraudulentas na bolsa. [Leia mais]

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

14/09/2021

O que as métricas ESG têm a ver com o orçamento empresarial?

As métricas ESG consideram outras iniciativas, além das tradicionais, como parâmetro de gestão de empresas. É o caso de políticas para cargos com remuneração condizente, ética e transparência na gestão orçamentária, além de questões ambientais - como emissão de gases poluentes e gestão de resíduos, por exemplo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.