Blog, Controladoria, Gestão Empresarial

4 Wall EBITDA: saiba o que é e como aplicar em sua empresa

Analisar o lucro é importante para qualquer tipo de negócio, pois, assim, os gestores poderão conduzir o lado financeiro de forma mais assertiva.

Existem diversos métodos para obter os dados sobre como foram as vendas e quais são os retornos de capital, mas o 4 Wall EBITDA fornece uma outra perspectiva para realizar esse tipo de análise.

Este é um tema ainda pouco difundido no Brasil, em grande parte por não fazer parte das obrigatoriedades fiscais, mas começa a cair nas graças dos gestores e se tornar uma tendência para os próximos anos.

Continue a leitura para saber mais sobre o conceito, como calcular e interpretar o resultado do 4 Wall EBITDA!

Índice – Neste artigo, você irá conferir:

  1. O que é EBITDA?
  2. O que é 4 Wall EBITDA?
  3. EBITDA X 4 Wall EBITDA: qual a diferença?
  4. Calculando e interpretando o resultado
  5. Controladoria descomplicada e automatizada

O que é EBITDA?

Antes de explorar o tema principal deste artigo, é preciso definir o conceito do EBITDA, que representa uma análise de números que são acompanhados por investidores, mas também está ganhando importância dentro das empresas. E, apesar de não ser obrigatória a divulgação desses números, contar com eles pode ser pertinente para sua gestão.

A sigla, originária da língua inglesa, reúne os termos earnings before interest, taxes, depreciation and amortization. No bom português, pode-se traduzi-los como lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Portanto, a sigla para a nossa língua é LAJIDA.

Ambas representam a mesma coisa: um cálculo que visa demonstrar o os lucros operacionais, sem contar os impostos, juros e demais efeitos financeiros, a depreciação de ativos tangíveis e a amortização de ativos intangíveis. Além disso, trata-se de um indicador voltado para a análise de resultados das empresas de capital aberto.

O que é 4 Wall EBITDA?

Agora, sabemos que o cálculo do EBITDA avalia o lucro empresarial, desconsiderando as entradas indiretas de capital e os custos de juros advindos de empréstimos e impostos.

Por outro lado, o 4 Wall pode ser traduzido do inglês para o português como 4 paredes. Um detalhe importante, pois os dados extraídos do 4 Wall EBITDA mostram o lucro que está diretamente ligado ao âmbito físico do seu negócio.

Ou seja, as receitas e despesas — o EBITDA (juros, impostos, depreciação e amortização) — geradas a partir da operação física, entre quatro paredes.

Em termos mais simples, o 4 Wall EBITDA investiga e aponta o EBITDA de setores ou unidades diferentes das empresas.

Leia mais: WACC: o que é, para que serve e como calcular?

4 Wall EBITDA e EBITDA: qual a diferença?

Para ilustrar melhor as diferenças entre os termos semelhantes, vamos recorrer a um exemplo de uma rede de roupas infantis com lojas espalhadas em vários estados do país.

Sendo assim, o EBITDA ajuda a analisar e verificar como anda o desempenho operacional de todas as lojas juntas, mas, às vezes, é preciso dividir a investigação para identificar algum problema.

Por isso, o 4 Wall EBITDA vai destacar cada uma das lojas e realizar o EBITDA delas separadamente, avaliando os lucros relacionados apenas a uma determinada unidade, desconsiderando os gastos gerais compartilhados entre todas as redes da marca.

Calculando e interpretando o 4 Wall EBITDA

Antes da fórmula EBITDA, é preciso encontrar o EBIT. Essa é a sigla para earnings before interest and taxes — a tradução para o português é lucro antes dos juros e tributos (LAJIR). Assim como o EBITDA, o EBIT também aponta o lucro operacional da empresa, no entanto, ele exclui receitas vindas de outras fontes financeiras e rendimentos não operacionais.

Veja a fórmula do EBIT:

EBIT = lucro operacional + tributos sobre o lucro + das despesas financeiras líquidas das receitas financeiras

Seguindo tudo o que explicamos até aqui, talvez, você já tenha deduzido que o cálculo do 4 Wall EBITDA não é algo de outro mundo, afinal, basta analisar os dados do EBITDA separadamente do estabelecimento ou repartição operacional que deseja obter o resultado.

Assim, com o resultado do EBIT em mãos, basta seguir a seguinte fórmula:

EBITDA = EBIT + depreciação + amortização

Vale lembrar que diversas dessas informações podem ser encontradas no Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE).

Controladoria automatizada e descomplicada

EBITDA, 4 Wall EBITDA, EBIT e DRE, são algumas siglas essenciais para quem atua no setor financeiro e deseja conduzir uma boa gestão empresarial. Em suma, cada termo representa uma quantidade considerável de dados a serem reunidos e apurados, uma montanha de informações que pode ser assustadora a princípio.

No entanto, por meio dos avanços tecnológicos é possível descomplicar a forma como esses dados são obtidos, reunidos e analisados. A automatização de processos é uma realidade cada vez mais necessária dentro das empresas, trazendo uma série de vantagens e benefícios.

O AllStrategy Plano é um software que descomplica o 4 Wall EBITDA, o planejamento orçamentário e a controladoria do seu negócio, pois, além de evitar erros comuns pelo uso de planilhas, o software de AllStrategy Plano automatiza diversos processos, apoiando e facilitando análises e tomadas de decisão.

Para saber como os softwares da AllStrategy podem descomplicar a rotina da sua controladoria e tesouraria, clique aqui!

GOSTOU? COMPARTILHE ESTE ARTIGO!
Tags: controladoria, Gestão Orçamentária
2023 AllStrategy. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Fresh Lab - Inteligência em Marketing Digital