Planejamento e gestão: Entenda por que menos é mais

Planejamento e gestão: Entenda por que menos é mais
Publicado em 01/12/2016 - Atualizado em 04/12/2020 | Planejamento Orçamentário

Estamos acostumados a achar que tudo que é mais, é melhor. Se é bom, tem que ser caro. Se é gostoso, tem que ser farto. Se é chique, tem que ser de grife e assim por diante. No entanto, quem nunca ouviu aquele velho ditado: O menos é mais?

É possível aplicar essa regra na hora de se vestir, para se alimentar, para se exercitar, entre outras situações. Afinal, não é a quantidade que é o mais importante, e sim a qualidade. E em uma empresa, é possível aplicar a regra do “menos é mais”?

Por que não? É possível gerenciar uma empresa com menos tempo empregado, com uma equipe mais enxuta e até mesmo com menos recursos. Como? Vamos lá.

 

Gestão de despesas

Em primeiro lugar, é preciso realizar uma gestão inteligente de despesas. Afinal, quando não há uma análise de DRE criteriosa, nem um planejamento de despesas, a empresa provavelmente está perdendo dinheiro. É preciso levar em consideração as necessidades de unidades e centros de custo antes de definir o orçamento empresarial.

Além disso, o planejamento de RH auxilia o gestor a ter um melhor controle do budget, já que a folha de pagamento é responsável por grande parte das despesas da instituição. Fazer a projeção de todos os encargos comuns ao setor faz com que a empresa prepare o caixa, para que tais despesas não coincidam entre si e desestabilizem as finanças da companhia. 

 

Planejamento orçamentário

O planejamento é um dos fatores que vai proporcionar uma gestão na qual o menos é mais. Afinal, quando há planejamento financeiro, a empresa direciona os investimentos de uma maneira assertiva, as despesas ficam sob o controle e as finanças bem aplicadas.

Para isso, é necessário realizar o planejamento de vendas, a projeção de volumes e custos, alinhados ao planejamento estratégico, para que o gestor possa determinar os indicadores de desempenho e desenvolver os planos de ação de forma otimizada. Assim, a projeção de fluxo de caixa fica mais próxima da realidade e a empresa pode ter uma tomada de decisão mais segura. 

 

Saiba escolher a ferramenta correta

Outro fator que é determinante para que a empresa possa empregar a regra do “menos é mais”, é a escolha da ferramenta correta. Muitas instituições estão utilizando softwares de gestão orçamentária, porque além de realizar todos os recursos citados acima, ainda possibilitam análise de performance do planejado X realizado, disponibilizam relatórios de fácil visualização e dashboards com atualização em tempo real e proporcionam a consolidação de resultados com muito mais rapidez.

Desta forma, a gestão de tempo fica otimizada, a equipe mais enxuta e o gestor tem muito mais mobilidade, visto que há modelos com armazenamento na nuvem. É mais seguro, já que toda a movimentação é previamente autorizada pelo administrador e fica registrada no sistema.

Há aplicativos que funcionam como SAAS, possibilitando um investimento muito menor e conferindo um custo-benefício muito bom à empresa contratante. O planejamento econômico fica muito mais eficiente e a instituição têm excelentes resultados. Vale a pena pesquisar a respeito.

Leia Também

Lições da pandemia: empresas do varejo que transformaram a crise em oportunidade

19/01/2021

Lições da pandemia: empresas do varejo que transformaram a crise em oportunidade

É importante que as empresas tenham uma visão clara de sua situação, entendam os possíveis cenários e estejam preparadas para tomadas de decisão rápidas. Um bom planejamento orçamentário e uma preparação para diferentes cenários críticos são essenciais para controlar os possíveis prejuízos. [Leia mais]

O papel dos CFOs na gestão de crise e os desafios para 2021

22/12/2020

O papel dos CFOs na gestão de crise e os desafios para 2021

Diante da inconstância do mercado e da economia, os CFOs, diretores financeiros e pessoas de outros cargos superiores da área de finanças tomaram frente e garantiram posições de destaque. [Leia mais]

Fechamento dos resultados do ano: como deixar essa atividade mais eficaz

15/12/2020

Fechamento dos resultados do ano: como deixar essa atividade mais eficaz

O fechamento dos resultados anuais é de extrema importância, pois além de obrigatório, permite consolidar tudo que foi feito ao longo dos meses e serve para a elaboração de uma estratégia eficaz para a gestão orçamentária, bem como o crescimento corporativo. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.