GMD: Entenda por que as empresas utilizam

GMD: Entenda por que as empresas utilizam
Publicado em 06/06/2019 - Atualizado em 10/08/2021 | Gestão Matricial de Despesas - GMD

Mesmo que a sua empresa não utilize, provavelmente você conhece a metodologia do orçamento matricial ou gestão matricial de despesas. Tal conceito surgiu na década de 60 e atualmente auxilia as empresas a terem um controle mais efetivo dos gastos operacionais.

Na gestão matricial, normalmente as empresas agrupam as despesas em pacotes, como despesas com viagens e gastos administrativos. Cada pacote tem um responsável geral, conhecido como gestor do pacote, que estará incumbido de coordenar e controlar tais gastos, respondendo por toda a empresa e não só por determinado setor.

O outro eixo da matriz corresponde aos setores da empresa, denominados entidades, sendo que cada um também possui um gestor. A proposta central da metodologia é analisar e gerir as receitas e despesas, não mais pelos centros de custo, mas pelo cruzamento de entidades e pacotes. Por isso chamamos de orçamento matricial. 

 

Quais os benefícios?

Por mais que estejamos falando de gestão matricial de despesas, a intenção desse artigo não é explicar a fundo a metodologia e sim, explicitar os benefícios que fizeram com que muitas empresas optassem por utilizá-la. Se a empresa possui muitas unidades e centros de custos, e tem o processo orçamentário descentralizado, há uma necessidade maior de controle orçamentário, a fim de respeitar o planejamento da empresa como um todo.

Para auxiliar nesse processo, o orçamento matricial faz com que as despesas sejam controladas por duas pessoas ao mesmo tempo: o gestor da entidade e o gestor do pacote. É claro que o gestor da entidade, responsável por determinado centro de custo, terá uma visão voltada ao seu setor, enquanto o gestor do pacote tem uma visão ampla e comparativa dos gastos daquele pacote em relação às outras entidades.

Portanto, se um setor está gastando mais do que outro em viagens, por exemplo, o gestor do pacote irá identificar e o gestor daquela entidade com discrepância terá que justificar tal acréscimo na despesa. A análise dos responsáveis por cada pacote faz com que as despesas sejam melhor administradas, tanto para mantê-las de acordo com o estipulado no orçamento da empresa, quanto para possíveis desperdícios e excessos que podem eventualmente ocorrer.

Logo, as empresas que possuem uma grande estrutura organizacional optam pela gestão matricial de despesas para ter um controle mais criterioso dos gastos, a partir do cruzamento de entidades e pacotes, análises e justificativas, e assim evitar possíveis desvios no planejamento. Inclusive, pode ser um excelente recurso para sua empresa. Já pensou a respeito?     

Leia Também

GMD: Como acompanhar tendências e evitar desvios no planejamento orçamentário

03/11/2021

GMD: Como acompanhar tendências e evitar desvios no planejamento orçamentário

Com o orçamento matricial e a sua estrutura de cruzamento de entidades e pacotes, os benefícios da prática propõem um controle efetivo das despesas operacionais da companhia. E, a partir de técnicas, como o monitoramento de tendência, é possível gerar resultados positivos para a gestão. [Leia mais]

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

26/10/2021

Planejamento orçamentário: 4 metodologias para aplicar em 2022

O planejamento orçamentário é determinante para o futuro das empresas que, com a chegada do fim do ano, utilizam esse período para organizar os próximos passos. [Leia mais]

Como implementar o orçamento matricial na sua gestão

25/08/2021

Como implementar o orçamento matricial na sua gestão

O orçamento matricial ou GMD (Gestão Matricial de Despesas) é uma metodologia em que é possível ter maior controle dos gastos a partir do cruzamento e verificação dupla de dados. [Leia mais]

Sobre a Allstrategy

A AllStrategy possui uma vasta experiência em transformar a gestão orçamentária de diversas empresas. No blog, reunimos o melhor conteúdo, com artigos exclusivos, que farão parte do seu dia a dia.