• <b>BLOG</b><br><small style="color:#fff; font-size:35px;">Conteúdo inteligente sobre controladoria e gestão.</small>

    BLOG
    Conteúdo inteligente sobre controladoria e gestão.

Governança corporativa: Saiba como a tecnologia pode ajudar nessa tarefa.

É claro que você já ouviu falar sobre governança corporativa. Essa prática é um dos pilares da economia global e um dos requisitos básicos para que investidores escolham determinadas empresas.

Segundo o IBGC: “Governança corporativa é o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”.

Software de gestão orçamentária: Maior segurança no manuseio de dados.

Para minimizar ao máximo a falhas no compartilhamento de dados e ainda otimizar os processos internos, as empresas estão recorrendo ao uso de softwares de gestão orçamentária e assim, concentrar as informações em um só lugar.

Planejado X Realizado: Saiba como otimizar a gestão da sua empresa.

Expectativa é igual frustração. Com certeza quem inventou essa frase não conhece os benefícios do planejamento. Quando as coisas são arquitetadas com antecedência, levando em consideração vários fatores que podem comprometer todo o processo, fica muito mais difícil sair alguma coisa errada.

Análise de Performance: 6 dicas para realizar na sua empresa.

É comum traçar metas para atingir os objetivos. É uma forma de estabelecer um caminho para conquistar o que se almeja e além disso, estabelecer os parâmetros específicos que devem ser alcançados.

Apesar do cumprimento da meta significar um resultado, não quer dizer que ele representará a evolução da empresa como um todo. Para mensurar os resultados de uma instituição, é preciso analisar diversos fatores para determinar se a mesma está se desenvolvendo positivamente na sua plenitude.

Planejamento orçamentário: Um poderoso aliado em tempos de crise.

Em momentos de instabilidade financeira, retração do mercado e crise econômica, as empresas sofrem para conseguir se manter lucrativas para sobreviver a esse cenário.

É comum ver instituições consolidadas e conhecidas, realizando cortes em investimentos, parando com contratações e até mesmo, realizando demissões para tentar enxugar as despesas. As menores, mais vulneráveis às oscilações econômicas, muitas vezes fecham as portas por não conseguir atravessar o período ruim.